2012
Campanhas 2012

O mensageiro da Nação

O mensageiro da Nação

Portugal, mais do que ganhar, precisava de levantar a sua moral e de acreditar no seu valor. A Seleção Nacional encabeçava essa ambição e esse sonho de ser grande e de conseguir. Era todo um país que estava com aqueles 11, eram milhões.

“Já vivi algumas histórias engraçadas com a Marca. Assim de repente, lembro‑me da ansiedade que senti quando em 2012 arriscámos levar uma criança a ler uma carta escrita por si a todo o plantel da Seleção durante um treino, sem eles saberem de nada. O combinado era que só tínhamos direito a uma tentativa, corresse bem ou mal. Câmaras a postos e, minutos antes de entrar no campo, o miúdo – que tremia que nem varas verdes ‑ pergunta‑me: “...e se eles não disserem nada?” “Agradeces e vens‑te embora”, respondi. Lá foi. Assim que acaba de ler a carta, seguem‑se dois longos segundos de silêncio e os jogadores começam a aplaudir e a cumprimentá‑lo efusivamente. O sorriso que ele trazia na cara a sair do campo foi algo de verdadeiramente inesquecível." - Nuno Jerónimo, Copywriter

A Galp utiliza cookies nos seus websites para te proporcionar uma melhor experiência de utilização.
Ao submeter este formulário aceitas e concordas com os Termos e Condições e com a Política de Privacidade.

Aceito