2019
Institucional 2019

Terra de Esperança

Terra de Esperança

Dois anos depois, o Movimento constituído por uma parceria entre a Fundação Galp e a ANEFA (Associação Nacional de Empresas Florestais, Agrícolas e do Ambiente) voltou, assim, àquela que é uma das maiores manchas naturais da região centro, o Pinhal de Leiria, para trazer uma nova esperança e cor às terras então devastadas: plantar cerca de 12 mil árvores, entre pinheiros-bravo e pinheiros-manso, num talhão de 16,8 hectares na envolvente da Lagoa da Ervedeira.

Esta ação faz parte de muitas outras que, até ao momento, já reuniram 6500 voluntários que deram a sua energia por um Portugal mais verde, num total de mais de 280.000 árvores plantadas em vários concelhos de norte a sul do país. O objetivo é, no entanto, mais ambicioso: atingir meio milhão de árvores plantadas até à primavera de 2020, numa área que corresponde a cerca de 600 campos de futebol. Para que isto seja possível, lembra Sandra Aparício, da Fundação Galp, já foram feitas mais parcerias com várias autarquias e são necessários ainda mais voluntários.

A Galp utiliza cookies nos seus websites para te proporcionar uma melhor experiência de utilização.

Aceito